Pais que nunca desistem

Alguns têm atribuído a Mark Twain a seguinte frase: “quando eu era um garoto de 14 anos, meu pai era tão ignorante que eu não aguentava ficar perto dele. Mas, quando eu fiz 21 anos, eu fiquei boquiaberto ao constatar o quanto meu velho tinha aprendido em 7 anos”.

À medida que crescemos, descobrimos o quanto nossos pais se tornam sábios. Ao amadurecermos, reconhecemos o quanto nossos pais sabem mais do que imaginávamos que eles soubessem e, às vezes, mais do que nós mesmos.

Algumas vezes, nestes momentos, descobrimos o quanto nos arrependemos de não termos seguido os seus ensinos, de termos dado ouvidos aos seus conselhos e andado nos caminhos que eles nos ensinaram. Teríamos evitado tanto sofrimento e tantos contratempos que vivemos.

Porém, este reconhecimento, nos dá a certeza de que devemos insistir com nossos filhos e nunca desanimar quando, como fizemos com os nossos pais, eles ignoram nossos ensinamentos, nossos conselhos e ensinos. Faz parte do aprendizado da vida deles errar. Mesmo que não gostemos, eles precisam deste erro para conduzi-los para o caminho certo.

Porém, precisamos ser exemplos para eles. O nosso maior exemplo é o Senhor e devemos segui-lo em nossa missão de pais. Eles precisam saber onde está seu porto seguro, seu abrigo para os dias difíceis e seu lugar de recolhimento e aprendizado e de onde construirão seu caráter futuro.

Como o Filho Pródigo, eles precisam, algumas vezes, reconhecer o valor dos ensinos e do conforto de casa de seus pais. Por isso, Não desanime! Continue a instruir e corrigir seu filho. A disciplina, às vezes, não é bem entendida, nem aceita por um determinado momento, mas os frutos virão depois. Nossa geração tem pecado por querer ser “amiga” de seus filhos, o que não é totalmente errado. Mas “amigos” eles podem ter muitos, entretanto, pais, só nós.

Se nós não desempenharmos nosso papel educando-os, colocando limites, eles vão sofrer mais tarde, pois serão desajustados quanto ao seu papel neste mundo. Mas como nos ensina o autor do livro de Provérbios, ensina-os no caminho, ou seja, dá-lhes a educação enquanto caminha pela vida. Viver com nossos filhos como o Jesus viveu com o Pai, uma relação de comunhão plena.

Não há outra forma de educar filhos, a não ser testemunhando quem somos, vivendo com integridade e amor, sem desistir nunca.

Feliz dia dos pais!

Fred Souto